terça-feira, 24 de junho de 2014

Meu último dia no Porto e chegada ao Douro


Minha visita em 04/02 foi à Taylor's, uma empresa muito antiga que se inicia com a chegada do comerciante inglês Job Bearsley à Portugal. O senhor Bearsley produzia vinhos tintos magros e tranquilos, porém seu filho mais velho Peter foi morar no Douro Superior (colinas selvagens e rochosas) e tornou-se cônsul britânico em Viana. Apesar de ser uma região a ser desbravada produzia vinhos mais robustos e intensos, preferidos pelo mercado inglês.

O local é lindo e abaixo podem ver os vinhos que provei.




Eles fazem eventos, almoços e jantares nesse local.

Saindo de lá peguei um trem e rumei para o Douro.



Cheguei à estação do Douro...


Cheguei ao CS Vintage House no Douro. Um hotel que integra o antigo e o moderno. Muito bonito e aconchegante.



 Essas paisagens são da sacada do meu quarto no hotel.

No mesmo dia recebi um convite de pessoas muito especiais para jantar com eles, em sua casa pois havia um grupo de brasileiros que jantaria lá na mesma noite.
Não tenho palavras para agradecer o carinho com que a senhora Laura, o senhor Gil e seu filho Gil Elísio me receberam.
A Quinta da Casa Amarela é uma vinícola familiar situada na margem esquerda do Douro desde 1885 com produção de vinhos D.O. Douro e vinhos do Porto.



Os vinhos são fantásticos, produzidos com muito cuidado e respeito ao consumidor. Eles também promovem o enoturismo na propriedade, cursos, eventos. Pena que era noite e não pude conhecer, mas com certeza irei quando voltar ao Douro.




Foi uma noite memorável, a comida estava perfeita, as companhias eram maravilhosas. Pena que eu não estava bem disposta do estômago, e eles foram muito compreensíveis e atenciosos. Muito obrigada amigos da Quinta da Casa Amarela (os vinhos podem ser comprados no Brasil na Épice).